Blogue

Numa altura em que o mercado automóvel parece querer fazer da Mobilidade Elétrica a única solução para o futuro, há quem acredite que existem outras alternativas interessantes. É o caso do fabricante sul-coreano Hyundai Motor que faz tambem uma aposta clarano hidrogénio como fonte de energia. Este investimento da Hyundai nessta tecnologia acontece com o reforço do seu envolvimento, não apenas na H2 Mobility - empresa alemã fundada em 2015 por várias empresas, entre as quais a Daimler (Mercedes-Benz) e que é promotora para o desenvolvimento da infraestrutura de hidrogénio na Alemanha, mas também com a tecnologia Fuel Cell, que já disponibiliza nalguns dos seus veículos.

Na prática a Hyundai já tem o conceito bastante desenvolvido, e após já o ter conseguido em 2019, o Hyundai Nexo voltou a bater o recorde do mundo de maior distância percorrida, por um veículo a hidrogénio, ao realizar 887,5 quilómetros, com um só depósito.Este recorde foi realizado entre Melbourne e Broken Hill, na Austrália.

Esta nova tentativa culminou com um novo recorde do mundo, foi levada a cabo por uma equipa liderada pelo piloto de rali australiano da Hyundai, Brendan Reeves. O qual conduziu um Nexo personalizado, com o propósito declarado de tentar bater a anterior marca. A viagem teve uma duração de 13 horas e seis minutos, a uma velocidade média de 66,9 quilómetros por hora, sendo que, o primeiro alerta de baixo nível de combustível, no Hyundai Nexo, acendeu aos 686 quilómetros. Durante esta viagem, o Hyundai Nexo consumiu um total de 6,27 quilogramas de hidrogénio, a uma taxa de 0,706 quilogramas por cada 100 quilómetros.

A Hyundai refere, ainda, que, durante este trajecto, o veículo purificou 449.100 litros de ar durante a viagem – o suficiente para 33 adultos respirarem por dia – e o seu tubo de escape de plástico emitiu apenas água em forma de vapor e gotículas durante a viagem. O Hyundai NEXO não emitiu CO2 ao longo de todo o percurso, ao contrário do que aconteceria num veículo com motor de combustão interna, o qual, refere a marca sul-coreana, teria emitido cerca de 126 quilogramas de CO2, na mesma distância.

Para saber mais sobre esta tecnologia visite o website da Hyundai